204

Sentir a aspereza da tua língua
É o meu desejo
As ondas das tuas papilas gustativas
[Essa expressão feia
E nada poética]

Estando com você
Eu não pensaria em poesia
Eu só seria
Seríamos

Faríamos barulho
Acordaríamos o casal de velhinhos do 203
A cabeceira da cama batendo na parede
O ranger do estrado
Eles nos ouviriam
E invejariam nossa juventude
Vitalidade
Viço

De repente, o futuro do pretérito não faz mais sentido
Íamos, faríamos, seríamos
Vale a pena
Imaginar-nos numa cama de casal
Num apartamento na Zona Sul
Enquanto ocupo uma cama de solteiro
Numa casa na Zona Norte?

Implorar
Inutilmente
Pela sua atenção
Migalhas em forma de
Curtidas e conversas vazias
Sobre assuntos desimportantes

Agir é temerário
Então continuo a imaginar-nos
No nosso 200 e quarto

--

--

Leitora e escrevedora de transporte público. https://linktr.ee/santosacarolina

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store