Por isso eu corro demais

Hope Gangloff.

[Há anos penso] teu primeiro nome é poesia
daqueles poemas curtos do leminski, sabe?
que desprezam métrica, regras
que te ganham em quatro versos
no seu caso, quatro letras

[Um dos] teu(s) sobrenome(s) não fica pra trás
talvez venha daí essa tua mania de me acorrentar
you really got a hold on me, baby
põe grilhão em meu pescoço
ata-me ao assento dos amores potenciais

[Lua ou sol,] teu nome me assombra
se dizes vem, eu corro demais
se me afastas, digo chega
mas no dia seguinte lá estou eu
correndo, correndo, correndo

[Incessantemente,] a ideia que me ronda
é que vamos acabar juntas, eventualmente
mas até lá eu descanso meus pés
para que, no futuro, possa correr, correr, correr
sem fadiga

--

--

--

Leitora e escrevedora de transporte público. (Instagram: @santosacarolina)

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Ana Carolina Santos

Ana Carolina Santos

Leitora e escrevedora de transporte público. (Instagram: @santosacarolina)

More from Medium

Dominion — A candid review

The next train